Cynthia Verçosa

Cynthia Verçosa
Foto: Carla Mesquita

Artista Plástica, Arte Educadora e Produtora Cultural

Minha foto
Araxá, Minas, Brazil
Graduada em Educação Artística / Habilitação em Artes Plásticas – Ênfase em Bidimensional, Licenciatura Plena em Arte-Educação pela Universidade Federal de Uberlândia, experiências na área de ensino Arte-Educação em instituições culturais, escolas da rede municipal/rural, estadual, particular e federal profissionalizante. Delegada de Cultura representante do Alto Paranaíba MG/ II Conferência Nacional de Cultura “Diversidade Cultural”, com atuação na área, desenvolvendo Projetos Culturais e Sociais, produção de Mostras de Arte e Curadoria/Produção de Espetáculos e Oficinas Artísticas. Diretora do Teatro Municipal de Araxá. Contato com a artista: cynthiavercosa72@yahoo.com.br

julho 17, 2014

junho 11, 2014

ARAXÁ REPRESENTADA NO MAIOR FESTIVAL DE DANÇA DO MUNDO

                “Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado pela tradição, pelo profissionalismo e pela pluralidade dos participantes. Concorrer na Mostra Competitiva, apresentar-se na Meia Ponta ou Palcos Abertos nas praças, bairros, shoppings e fábricas ou com um foco voltado a atividade didática. O Festival engloba a realização de cursos e oficinas com fins de aperfeiçoamento profissional, workshops gratuitos para os coreógrafos inscritos no evento, seminários de dança, projetos comunitários, palestras, debates, entre outras ações.
                Mantido com o apoio de patrocinadores e promovido pelo Instituto Festival de Dança de Joinville, o evento reúne mais de seis mil participantes diretos e atrai público superior a 200 mil pessoas numa média de 170 horas de espetáculos, o que inclusive lhe valeu a citação como o Maior Festival de Dança do Mundo no Guinness Book desde 2005.”
                Acontecerá de 23 de julho a 02 de agosto em Joinville através do mecanismo Lei Federal de Incentivo à Cultura e para nosso orgulho e felicidade nossa cidade será representada em várias modalidades.
                Dentre os grupos araxaenses que irão participar, o Grupo ENFOCO, fundado em 2013 pelos bailarinos Thiago Antônio Motta, Yasmim Araújo, Paloma Gabriela e Alex Moreira.
                Profissionais que vem se destacando em vários cenários, além da dança, na produção cultural no esporte também. Thiago Motta garantiu no Circuito Brasileiro de Natação Caixa Loterias (fase regional centro leste) 5 medalhas, sendo uma de ouro e o restante em prata.
                É missão deste Festival: promover a dança como expressão artística, contribuir para a difusão, valorizar a apreciação, a criação, a educação e a prática da dança e estimular as novas linguagens.
                Assim, nossos araxaenses Thiago Motta e Yasmim irão apresentar um Duo de Contemporâneo na Categoria Sênior e com a participação especial de Alex Moreira um Duo de Dança Urbana com o bailarino Thiago Motta.
                Em conversa com os integrantes do Grupo ENFOCO, pude constatar a vontade e a persistência destes jovens, prova disto que o Grupo se apresentará pela primeira vez em um festival deste porte.
                Desejamos sucesso! Ao Grupo ENFOCO e aos demais grupos araxaenses selecionados.
                Com certeza, Araxá berço de grandes talentos será bem representada em mais um festival pelo país.


                Cynthia Verçosa

maio 06, 2014






UM RÉQUIEM PARA ANTONIO

                O Teatro Municipal de Araxá recebe no dia 8 de maio às 20 horas o espetáculo “UM RÉQUIEM PARA ANTÔNIO, inspirado na lendária inveja de Antônio Salieri por Wolfgang Amadeus Mozart.
                Texto inédito de Dib Carneiro Neto tem direção de Gabriel Villela, com Elias Andreato (no papel de Salieri) e Claudio Fontana (no papel de Mozart). Completam o elenco Nábia Villela e Mariana Elisabetsky. O pianista Fernando Esteves também está em cena.
                No ano em que completa 25 anos de trajetória artística, Gabriel Villela lança novo trabalho, “Um Réquiem Para Antônio”. A estreia aconteceu no dia 17 de janeiro, sexta-feira, no Teatro Tucarena localizado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). A ideia de fazer um espetáculo sobre a inveja do compositor italiano Antônio Salieri(1750–1825) pela vida e obra do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart (1756–1791) foi do ator Elias Andreato, que sugeriu o tema para Dib Carneiro Neto escrever uma peça em que ele e Claudio Fontana atuassem juntos. Dib e Claudio se envolveram com a proposta e um ano e meio depois a peça estreia regida pelas mãos do encenador Gabriel Villela. “Aqui temos uma reunião de artistas que se admiram e se complementam” comenta o produtor e ator Claudio Fontana.
                No texto de Dib, Salieri, trancafiado em seu quarto, de forma delirante, acerta contas, no leito de morte, com o ‘fantasma’ ou ‘a visão’ daquele que, morto 34 anos antes dele e precocemente (perto de completar 35 anos de vida), foi alvo de muita inveja: Mozart.
                Diz a lenda do mundo da música clássica, reforçada pela ficção, que Salieri enlouqueceu perseguindo Mozart no período em que conviveram na Áustria, tentando destruí-lo e procurando impedir sua criação, pois queria ser ele a personalidade musical mais notória de seu tempo, com vistas a deixar uma obra eterna, a ser cultuada por todas as gerações futuras. Não conseguiu. Mozart fracassou na vida, mas triunfou na música.
                O autor afirma que foi muito prazeroso escrever sabendo que seria para Elias e Claudio atuarem. “Os dois, na vida, têm uma relação muito próxima de amizade e uma dinâmica de interação baseada em muita brincadeira. Isso me inspirou no desenvolvimento da dinâmica também entre os personagens, ou seja, Mozart tratando Salieri do mesmo jeito que Claudio trata Elias: com um humor inteligente, com um carinho e uma admiração disfarçados de muita provocação. E Elias respondendo a isso como um Salieri rabugento, irritadiço, impaciente.“
                A encenação de Gabriel Villela aponta o lado mítico da inveja, trazendo um Salieri sombrio, confuso e frágil em contraponto a um Mozart gozador, confiante e ágil. Um pequeno picadeiro florido criado por Gabriel em parceria com o cenógrafo Márcio Vinícius recebe o embate entre esses dois compositores com narizes de clown e figurinos que imprimem o arquétipo dos personagens antes mesmo das palavras aparecerem no espetáculo. Os figurinos são assinados pelo diretor. Os adereços foram todos confeccionados pelo artista plástico Shicó do Mamulengo, do Rio Grande do Norte.
                Para a elaboração da parte musical Gabriel convidou uma importante e frequente parceira artística de seus trabalhos mais recentes, a italiana Francesca Della Monica, antropóloga da voz, pesquisadora de voz da Universidade de Firenze, Itália, e também responsável pela pedagogia na Fondazione Pontedera Teatro, onde o diretor teatral polonês Jerzy Grotowski viveu seus últimos anos. "Minha relação artística e humana com Gabriel é o encontro entre duas almas gêmeas que têm um sentido comum da arte , do teatro entendido como lugar da poesia e terra de cruzamento das experiências estéticas mais importantes", relata Francesca.
                Com informações cedidas pela produção deste grandioso espetáculo resta-nos aguardar por grandes emoções nesta “Quinta Cultural” no Teatro Municipal de Araxá.
                Lembrando que os convites serão distribuídos uma hora antes no Hall do Teatro e a classificação é de 14 anos.
                Bom espetáculo a todos!
               
Cynthia Verçosa


I Festival Cultura na Canastra

                Nos dias 15 e 16 de Abril de 2014, aconteceu no Arraial de São João Batista na Serra da Canastra o projeto piloto “I Festival Cultura na Canastra”.
                O Festival contou com o Apoio da Prefeitura Municipal de Araxá, Secretaria de Desenvolvimento Econômico Turismo e Parcerias, Araxá Convention Bureau, Associação do Circuito Turístico da Canastra, COMTUR, a empresária Alda Sandra Barbosa Marques, Rede Bull, Papelaria Central, Casa das Linhas, Rocha Just Juggling (Empresário José Verçosa) e Pousada São João Batista (Empresário Marcos Mapelli).
                Com o objetivo de trabalhar a questão ambiental através das artes plásticas e cênicas para as comunidades carentes dos Municípios do Circuito Turístico da Canastra. Nesta 1ª edição, as crianças da Escola Municipal Serra da Canastra, participaram da Oficina de Fantoches de garrafa Pet, criados à partir de material reciclável encontrado pelas crianças no próprio arraial onde vivem, possibilitando a conscientização ecológica com ações voltadas à Sustentabilidade Ambiental, além de proporcionar meios para o desenvolvimento da criatividade artística.
                Cerca de 140 pessoas entre crianças, adultos e visitantes, estiveram presentes na praça do Arraial, no dia 16, onde o Ator, Diretor e Professor, Rodrigo Robleño, se apresentou como Palhaço “Viralata do Brasil”, trazendo um espetáculo inesquecível para as crianças e a comunidade de São João. O artista trabalhou no espetáculo Varekai do Cirque du Soleil. A apresentação envolveu a todos trazendo alegria e diversão, adoçados com pipocas e pirulitos.
                Segundo Rodrigo Robleño em seu depoimento: “TRABALHEI NO CIRQUE DU SOLEIL e apresentei ao redor do mundo, no Royal Albert Hall e outras cidades de sonho... com meu trabalho, apresentei em vários festivais internacionais, eventos diversos, às vezes pra mais de 5 mil pessoas.
                Mas é lindo ter a oportunidade de me apresentar numa vila isolada do planeta, com 140 pessoas, muitas delas que nunca viram teatro... e sair amado”.
                Os bonecos feitos pelas crianças ficaram em exposição durante o evento para apreciação de todos.
                Ao final do espetáculo foram sorteados brindes de malabares doados pela empresa ROCHA Just Juggling de Araxá para as crianças e distribuídos livros de receitas e material informativo e de divulgação para os adultos cedidos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico Turismo e Parcerias.
                O Projeto “I Festival Cultura na Canastra”, acredita que juntos podemos fazer um futuro melhor!
                E isto é possível através de parcerias! Obrigada a todos que acreditaram nesta ideia!
                O muito obrigada a Gestora do Circuito da Canastra -  Ivana Antenucci pelas palavras e participação ativa neste evento!


                Cynthia Verçosa

março 31, 2014

Acesse: 
www.tricicloespetaculos.com.br
E confira tudo que aconteceu até o momento!



Portal Araxá
Cultura Acessível III

Nos bastidores do Teatro Municipal de Araxá

                A construção do Teatro Municipal de Araxá, sem dúvida foi a contribuição que precisávamos para nossa cidade, espaço este que proporciona grandes apresentações, oportuniza trabalho para profissionais da área de cultura e  principalmente beneficia a população com acesso gratuito a grandes produções.
                Aberto em setembro de 2012, totalizou até dezembro do mesmo ano, 57 eventos de Teatro, Música, Circo, Dança, Palestras, Solenidades, Cinema, Lançamentos de Livros e Mostras de Artes atendendo a um público de  20.530 pessoas.
                Em 2013, tivemos 155 eventos e um público de aproximadamente 45.600 pessoas, dentre os mecanismos de produção mais atuantes no Teatro Municipal de Araxá podemos citar os Espetáculos vindo pela Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet com 71 apresentações: Teatro, Dança, Música e Circo; a Prefeitura Municipal de Araxá promovendo 19 eventos: Solenidades, Palestras, Teatro, Conferências e Treinamentos e  o Teatro Municipal de Araxá com 18 apresentações de Projetos Internos: Quinta Cultural, Domingo na Praça, Galeria do Teatro, Festival Rock e Terça de Portas Abertas.
As demais apresentações foram promovidas pela Fundação Cultural Calmon Barreto, Escolas de Música, Teatro e Dança, Organizações sem fins lucrativos, Instituições Particulares, Federais e Públicas.
                Isto, sem falar  dos artistas que aqui recebemos e que sempre parabeniza a iniciativa pública da construção e manutenção deste Teatro.  Da equipe técnica de produção que por trás dos bastidores trabalham para que tudo aconteça da melhor maneira possível.
                Este ano, até o momento tivemos 16 eventos totalizando um público de 3.360 pessoas, e já temos uma agenda quase completa até o final do ano com Festivais, Apresentações Teatrais, Música, Circo, Dança, Mostras Artísticas e Solenidades.
                O Teatro Municipal de Araxá além de gratuito e acessível para toda a comunidade, conta com uma equipe de produção interna que está à disposição e preparados para viabilizar todos os eventos agendados.
                Aguardamos sua visita e tenham ótimos espetáculos!

                Alguns canais de comunicação:
                https://www.facebook.com/theatromunicipal.araxa
                agenda.teatromunicipalaraxa@gmail

                Telefone: (34) 36917011

Portal Araxá Cultura Acessível II

III Conferência Nacional de Cultura

Aconteceu em Brasília DF, de 27 de novembro a 1º de dezembro de 2013 no Centro de Convenções Brasil 21  a III Conferência Nacional de Cultura, onde participaram da programação 1.745 pessoas, sendo 953 delas delegados dos 26 estados e do Distrito Federal. Com direito a voto, os delegados (70% representantes da sociedade civil) elegeram 64 diretrizes para gestão cultural nos próximos anos.
O Nordeste foi a região com mais representantes para o evento: 31% do total, seguida do Sudeste, com 22%, Centro-Oeste, com 21%, Sul (12%) e Norte (9%).
                Segundo o secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura (MinC), Américo Córdula: “Os microfones estiveram abertos para os mais diversos apelos, para a manifestação de todos. Garantimos a maior e mais representativa mobilização democrática que o setor de políticas culturais já viu no Brasil”
                Na Plenária Nacional que definiu 20 diretrizes como prioridade, entre os destaques dessa votação, estão o pedido de aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 150.
                A PEC 150, apresentada pelo deputado Paulo Rocha do PT/PA , tramita desde 2003 e é um dos temas de maior importância na cultura, pois fortalece um dos principais mecanismos do Plano Nacional de Cultura, que é a distribuição de recursos de forma mais democrática entre todos os entes da federação.
                Proprõe a destinação de recursos à cultura, garantindo a aplicação de 2% da arrecadação tributária da União para o incentivo à cultura.
                Atualmente, o percentual repassado pela União é de 0,6%. Se aprovada, a PEC 150 representará um aumento de R$ 1,3 bilhão para R$ 5,3 bilhões em dinheiro, que serão empregados na preservação, produção e difusão da cultura nacional.
                Assim, possibilitando a execução de vários projetos culturais favorecendo as comunidades.
                Outra diretriz também muito votada nesta Conferência, pede a inclusão nos planos orçamentários da União, estados, DF e municípios de programas para desapropriação de Imóveis Ociosos para que sejam aproveitados como equipamentos culturais.
                Considerando que estes abrigarão produções em vários segmentos como: artes visuais, artesanato, circo, culturas afro-brasileiras, arquivos, arquitetura e urbanismo, arte digital, culturas populares, cultura indígena, dança, design, literatura, música, moda, patrimônio imaterial, patrimônio material, teatro, museus entre outros reconhecidos pelas respectivas comunidades levando em consideração as especificidades regionais.
                Isto ressalta a importância do trabalho em conjunto de poder público,  produtores/agentes culturais, artistas e sociedade civil para colocarmos em prática metas estabelecidas tão democraticamente em uma Conferência Nacional de Cultura onde representantes de todos os estados estiveram presentes e engajados lutando para uma cultura de qualidade e igualitária.
                Mais informações sobre as Propostas aprovadas na III Conferência Nacional de Cultura, este é o link http://cncvirtual.culturadigital.br/
Obrigada!

Cynthia Verçosa
 Portal Araxá
Cultura Acessível I
 
Inicialmente gostaria de agradecer pela confiança e pelo o convite do Portal Araxá quando me convidaram para escrever sobre cultura.
A coluna Cultura Acessível como o nome já diz será destinada a informação sobre POLÍTICA CULTURAL em nossa região de forma contínua, gratuita e acessível.
Peço licença para citar dois conceitos, a de CANCLINI (2001:65), as políticas culturais resumem-se a um “conjunto de intervenções realizadas pelo Estado, instituições civis e  grupos comunitários organizados a fim de orientar o desenvolvimento simbólico, satisfazer as necessidades culturais da população e obter consenso para um tipo de ordem ou de transformação social”.
E a Teixeira Coelho (1997, p.292) completa essa definição  afirmando que as iniciativas desses agentes visam “promover a produção, a distribuição e o uso da cultura, a preservação e divulgação do patrimônio histórico e o ordenamento do aparelho burocrático por elas responsável”; considera, ainda, política cultural como uma “ciência da organização das estruturas culturais” que tem como objetivo “o estudo dos diferentes modos de proposição e agenciamento dessas iniciativas, bem como a compreensão de suas significações nos diferentes contextos sociais em que se apresentam.”
Atualmente, Araxá respira cultura. Estamos no cenário cultural regional e com um grande destaque, pois nossa cidade conta com um número bastante expressivo de projetos culturais através do mecanismo Lei Rouanet de Incentivo a Cultura pelo Ministério da Cultura e de produtores engajados em pensar projetos e desenvolvê-los na comunidade de forma gratuita.
Iniciativas culturais que educam de forma lúdica as pessoas que os contemplam.
Patrocinados por empresas locais e poder público que atualmente investem e se tornam responsáveis culturalmente e socialmente.
O que me faz a cada dia acreditar na importância de transformação que a ARTE pode fazer as pessoas.
Minha proposta para a Coluna CULTURA ACESSÍVEL é proporcionar e oferecer informações as pessoas sobre este assunto.
Um canal aberto para falarmos sobre CULTURA.
Obrigada!
Cynthia Verçosa
cynthiavercosa72@yahoo.com.br

setembro 12, 2013

Definida grade de espetáculos do projeto
III TRI CICLO Espetáculos
Abertura da terceira edição será de contação de estórias com grupo de Paraty/RJ.

Triciclo 2013

Com a realização da Lei de Incentivo à Cultura, através do Ministério da Cultura, a terceira edição do TRI CICLO, como as anteriores, traz espetáculos de renome nacional e internacional. Uma programação diversificada e gratuita de teatro, dança, circo e música erudita/instrumental será apresentada no Teatro Municipal. A grade de atrações foi preparada por uma equipe de profissionais coordenada pela idealizadora do projeto Cynthia Verçosa.
“Antes mesmo do encerramento da segunda edição recebemos propostas de grupos de todas as regiões brasileiras para estarem conosco no TRI CICLO, e a equipe de curadoria com todo o cuidado assistiu aos vídeos e analisou às informações selecionando o melhor de cada gênero para a terceira edição”, relata Cynthia.
O primeiro vem diretamente de Paraty, no Rio de Janeiro. O “Em Concerto”, do grupo Contadores de Estórias, será na noite do dia quatro de outubro. São pequenas peças voltadas para um público adulto que encenam temas como velhice, erotismo e paixão. Nesse, como em todos os espetáculos do projeto não haverá distribuição de convites, a entrada será por ordem de chegada de acordo com a capacidade do Teatro Municipal de Araxá, ou seja, trezentos lugares.
Em seguida tem muito mais, ainda em outubro teatro com “Sonhos para vestir" de Sara Antunes – Rio de Janeiro/RJ. Já em novembro o show de "Azymuth" no final do mês mais duas atrações,  “A roupa nova do Imperador" do grupo Confraria do Tambor – Uberlândia/MG. Finalizando as atrações deste ano, em dezembro tem grupo Trampulim com “PRATUBATÊ"  e Dado Villa Lobos (do grupo Legião Urbana) e Cristina Braga apresentam "O Roqueiro e a Harpista" 
Outras informações podem ser obtidas no site www.tricicloespetaculos.com.br.
Ascom TRI CICLO ESPETÁCULOS




TEATRO MUNICIPAL DE ARAXÁ

Caro Público,
Nosso teatro passará por uma obra parcial de reparos na rampa de acesso lateral à fonte.
Apos avaliação foi demonstrado que somente esta rampa apresenta necessidade de ajustes e que estes não colocam em risco a estrutura da fonte e do nosso Teatro.
As obras na rampa foram cercadas para manter o perímetro de segurança do público, e nossa programação poderá seguir normalmente, em segurança.
Estamos felizes que as obras já iniciaram para que todo o complexo do Teatro Municipal de Araxá esteja em perfeitas condições de receber a todos.
Felizes com os resultados desta avaliação de que nossa  atividade não precisará ser interrompida, segue a programação do fim de semana:

Quinta-feira - 12/09 – 21h

O Doente Imaginário
Parte do Festival de Inverno de Araxá, o espetáculo do grupo araxaense Cia. Valentina de Teatro é uma adaptação da obra de Moliere, feita em parceria com o grupo Galpão, fruto de uma oficina cultural realizada na cidade em junho de 2013.
Distribuição de convites no local, a partir das 15 horas.

Sábado e Domingo - 13 e 14/09 – 20h

Gonzagão – A Lenda
O premiado espetáculo musical sobre o Rei do Baião que foi assistido por mais de 20 mil espectadores no período de um ano e meio, e que foi apresentado nas maiores casas de espetáculos do país, chega à cidade, com duas sessões gratuitas. Com direção do genial João Falcão, é uma historia cantada que trata do mito.
Ingressos Esgotados

É Araxá, em dia com a agenda cultural das grandes capitais do país.

maio 23, 2013

'Domingo na Praça' em novo horário
Projeto na Arena do Teatro Municipal já atraiu cerca de mil pessoas em apenas duas edições.

Domingo na Praça - Araxá

Oportunidade para araxaenses e turistas desfrutarem de um dos pontos turísticos da cidade, o Teatro Municipal, tem entre dezenas de projetos o “Domingo na Praça” que apresenta música, dança, teatro e circo gratuitamente na área externa. Nas duas primeiras semanas já atraiu público de cerca de mil pessoas. E para atender melhor esse público a partir do dia 19 de março o projeto será realizado em novo horário, das 17h às 20h.
A mudança do horário veio para trazer mais comodidade aos expectadores devido ao sol em excesso na parte da tarde na Arena. E continuar oferecendo, da melhor forma, oportunidade de lazer ao público.
Tendo como proponente e realizadora a diretora do teatro municipal Cynthia Verçosa, artista plástica que tem ainda outros doze projetos no espaço, várias atrações já estão confirmadas para os próximos domingos.


Fonte: http://www.diariodearaxa.com.br
Clarim


Em entrevista para o Jornal Clarim na coluna Balaio Cult por Heleno Alvares.

Cynthia já esteve trabalhando no Teatro Municipal, para onde provavelmente deve retornar, já que capacidade e comprometimento artístico-cultural não lhe faltam. Vale lembrar que os shows apresentados no Teatro Municipal têm sido todos gratuitos, o que faz grande diferença quando se trata de formar um público. Com uma visão de quem se preocupa com o fazer cultural, Cynthia também concorda com o ponto de vista de que se deve formar, além de um público, produtores culturais. Nesta perspectiva, ela está trazendo oficinas para qualificação profissional na produção de espetáculos. O que é bom para a cidade, já que todo este processo de produção movimenta a economia local.
Heleno Alvares
Mostra “Foto Encena” apresenta trabalhos da fotógrafa Carla MesquitaExposição acontece de 02 de maio a 02 de junho no Teatro Municipal

02/05/2013 - O interesse pela fotografia vem desde 1994 quando Carla Mesquita começou a estudar este ofício em Milão, Itália, onde morou por vários anos. Teve a oportunidade de fazer cursos no 'Istituto Italiano di Fotografia', na 'Comune di Milano' entre outros.
Carla vem desenvolvendo a arte da fotografia desde 2000, trabalhando, e fazendo o que ela faz tão apaixonadamente, em vários segmentos como fotografia de crianças, bebês, gestantes, books, casamentos, aniversários e eventos.
Desde 2003, Carla cobre os mais importantes festivais e projetos de teatro, dança e música de Araxá e região o que levou à realização desta Mostra 'Foto Encena’ a convite da diretora do Teatro Municipal de Araxá, Cynthia Verçosa com o apoio da Prefeitura Municipal de Araxá, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias e Fundação Cultural Calmon Barreto.
A Mostra conta com imagens de grandes espetáculos de teatro, música, circo e dança que aconteceram na cidade de Araxá, de festivais a projetos culturais e duas fotos extras do Lenine e do Gilberto Gil.
"A lente que captura além do real. Com ela somos capazes de imaginar o próximo movimento da bailarina, da cena da atriz, do dedilhar do músico e a da reação do público. Contemplar uma Mostra assim é reviver momentos ímpares no cenário cultural de nossa cidade. Carla Mesquita consegue nos transportar para cada cena através de seu olhar fotográfico”, relata Cynthia Verçosa.

Cynthia Verçosa, Diretora do Teatro Municipal de Araxá, expondo um pouco sobre os projetos do teatro.

MARIA LUCIA SOBRAL ABRIL 16, 2013 0
Imagem1
A diretora do Teatro Municipal de Araxá, Cynthia Verçosa, graduada na Universidade Federal de Uberlândia em Artes Plásticas, Arte Educadora e Produtora Cultural vem mostrando muita competência com sua atuação no recente inaugurado Teatro Municipal. Prova disso são seus exímios projetos que estiveram em desenvolvimento desde o ano passado; o Projeto Tri ciclo Espetáculos, que é um sucesso!
Como diretora do teatro, Cynthia criou doze projetos, sendo que todos eles tiveram uma excelente aprovação. Tais projetos visam o entreterimento da população, atingindo todas as classes sociais dos mais variados públicos e seus gostos mais peculiares, fornecendo-as total desfrute da arte que vão desde danças, musicas, peças à espaços comunitários abertos no próprio teatro para os Araxaense exibirem seus variados talentos artísticos.
“A arte é para todas as pessoas, e mostrá-las para todos, é um grande caminho para mudar o mundo”.   – Cynthia Verçosa.

janeiro 12, 2013

Tonio Carvalho e Cynthia Verçosa durante a Palestra sobre TV e Arte Digital do Projeto TIM ArtEducação em Araxá.















Mecanismo para o Incentivo a Cultura - Lei Rouanet e a criação do TRI CICLO Espetáculos

Por Cynthia Verçosa

A Lei de Incentivo à Cultura, Rouanet, é conhecida principalmente por sua política de incentivos fiscais. Um mecanismo que possibilita que pessoas físicas e empresas apliquem parte do Imposto de Renda devido em ações culturais. Além dos benefícios fiscais sobre o valor do incentivo, os apoiadores fortalecem as iniciativas culturais junto a comunidade onde atuam.
As propostas culturais podem ser em diversos segmentos, como música instrumental/erudita, dança, teatro, circo, literatura, artes plásticas e gráficas, gravuras, artesanato, audiovisual, patrimônio cultural (museus e acervos) e festivais.
Partindo deste mecanismo, aprovado pelo Ministério da Cultura e com patrocínio de duas empresas de Araxá, CBMM e RIO BRANCO COMBUSTÍVEIS, O Projeto TRI CICLO Espetáculos trouxe a cidade a proposta e execução de espetáculos gratuitos em diversos pontos da cidade.
Em sua primeira edição (2011/12), foram 16 espetáculos: Jeziel Paiva e Quarteto de Cordas de Ribeirão Preto, Jogando no Quintal, Xicas da Silva, Kabana, Namakaca, Palhaço Viralata, Lactobacilos Falantes, Maria Bragança, 1º Ato de Dança, Cia Truks, Palhaço Carota, Aldeia de Bonecos e Grupo Via Terra.
Visto por mais de 12.000 pessoas, o projeto trouxe para Araxá e região cerca de  50 artistas, produtores culturais e técnicos envolvidos na execução das apresentações.
Este contato com várias pessoas envolvidas na questão cultural de nosso país, proporciona um intercâmbio de artistas de várias regiões e o envolvimento da comunidade através da linguagem universal da dança, do teatro, do circo e da música instrumental/erudita.
Já em sua Segunda Edição, o projeto TRI CICLO trouxe para Araxá, 09 espetáculos, são eles Fátima Carretero e Cia de Baile Flamenco (Dança Flamenca), Cantos do Rio (Cantos do Brasil), Verônica Sabino (Bossa Balanço e Balada), Grupo Rasgacêro (Mambembrasileiros), Palhaço Furreca (Circo de Bonecos), Marcel Powell (Tributo a Baden Powell), Roberto de Freitas (No fundo da mata ouvi...) e o Grupo Fora do SériO (Rei do Mundo).
Marcado pela competente equipe de  produção e com espetáculos de  alta qualidade até o momento foi assistido por mais de 15 mil pessoas e seu site oficial www.tricicloespetaculos.com.br  acessado por milhares de brasileiros, até  fechamento desta edição computamos também as visitas de 10 países.
Levar a arte e a cultura para as pessoas gratuitamente e contribuir para o cenário das produções culturais é muito importante e extremamente gratificante.
A construção do Teatro Municipal de Araxá, pelo nosso prefeito Dr. Jeová Moreira da Costa,  sem dúvida foi a contribuição que precisávamos, espaço onde podemos trabalhar com produções locais, regionais, nacionais e internacionais. 

novembro 19, 2012

novembro 18, 2012

:: Arte e Cultura :: Projeto Tri Ciclo Espetáculos traz teatro no final de semana prolongado em Araxá


Espetáculo “Rei do Mundo” faz duas apresentações no Teatro Municipal de Araxá. Ambas com entrada franca

Publicada em 14/11/2012



Sexta feira e sábado Araxá recebe a história do pequeno Raimundo. Filho de colono de fazenda e apaixonado por animais quer se tornar um médico de bicho. Foto Divulgação

A peça “Rei do Mundo” será apresentada nesse final de semana pelo grupo Fora do Sério. Dias 16/11 às 18h30 na área externa do Teatro Municipal e dia 17 de novembro às 21h na área interna com entrada gratuita. O grupo de Ribeirão Preto, contemplado com o Prêmio Procultura de Estímulo ao Circo, Dança e Teatro da Funarte, é uma das atrações de novembro do projeto TRI CICLO ESPETÁCULOS.



Sexta feira e sábado Araxá recebe a história do pequeno Raimundo. Filho de colono de fazenda e apaixonado por animais quer se tornar um médico de bicho. E num belo dia, pensando no seu sonho enquanto voltada da escola, ele ganha um presente que muda a vida dele, um cavalo, o Trapézio.



Na equipe quinze pessoas, entre técnicos e atores, em cada cidade realiza duas apresentações, uma em espaço convencional, como teatro, e outra em local alternativo. “Rei do Mundo” é uma adaptação do primeiro livro da escritora ribeirão-pretana Lucília Junqueira, com texto adaptado com circo e música por Miriam Fontana, atriz e diretora do espetáculo, e a também atriz do grupo, Iana Montanha.



TRI CICLO ESPETÁCULOS



O projeto que já se tornou referência em Araxá, contemplou cerca de três mil pessoas que assistiram, durante a Segunda Edição realizada recentemente, espetáculos de dança, teatro, música instrumental e circo em Araxá. Realizado pela artista plástica Cynthia Verçosa, tem aprovação do Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo a Cultura e patrocinado pela empresa CBMM e Fundação Rio Branco, ambas de Araxá.



Para ter esse apoio vários critérios são obtidos. “Primeiro com uma pesquisa do que precisamos na cidade e região, se precisamos formar público para eventos, se precisamos formar profissionais na área (no caso das oficinas de formação), e principalmente fomentar a cultura. Importante também, que pensamos em colocar apresentações de várias regiões do país como Rio de Janeiro, Poços de Caldas, Belo Horizonte e Ribeirão Preto, isto enriquece a produção local”, explica Cynthia Verçosa.



A programação é montada por uma equipe de profissionais da área cultural, o TRI CICLO ESPETÁCULOS tem um curador, o artista circense Rodrigo Robleño. “Ao mesmo tempo que possibilitou novos e grandes eventos, que gerou uma efervescência cultural, como em Araxá, por exemplo, com apoio das empresas que se relacionam institucional e culturalmente com a cidade através de projetos como o TRI CICLO ESPETÁCULOS, é dinheiro público sendo utilizado para o bem do público, e quanto mais e melhor esse dinheiro for aplicado, melhor será, tanto para os artistas, que são profissionais da arte e do entretenimento, quanto para o público, que são os consumidores e apreciadores dessas artes”, ressalta Robleño.



Um dos resultados já apresentados pelo projeto é o número de acessos no site www.tricicloespetaculos.com.br que até o começo desta semana teve 60.779 acessos, sendo 4.580 somente neste mês de novembro.

agosto 26, 2012

DANÇA FLAMENCA abre a Segunda Edição do TRI CICLO Espetáculos

Ministério da Cultura e CBMM apresentam
TRI CICLO Espetáculos

Abertura dia 21 de setembro às 19:30
na área externa - Arena do Teatro Municipal de Araxá
Praça Antônio Carlos - Centro

Fátima Carretero & CIA BAILE FLAMENCO


LEI de Incentivo a Cultura

Realização: Cynthia Verçosa

agosto 06, 2012

www.tricicloespetaculos.com.br

Está no ar o site do TRI CICLO Espetáculos, o que aconteceu na Primeira 

Edição e informações sobre a Segunda Edição.

Confira a programação, dê sugestões e envie comentários.